O que é tricotilomania?

Trata-se de uma desordem que consiste em arrancar pelos ou fios de cabelo de forma impulsiva e incontrolável.

Considerando que o ato é realizado impulsiva e incontrolavelmente, devemos assumir então que pacientes com tricotilomania tendem a realizar essa ação de arrancar os pelos ou fios de cabelo de forma automática.

“Em qualquer momento complicado, tiro parte do meu cabelo. Isso acontece quando estou sozinha. Eu arranco e não percebo. Quando noto, estou com um bolo de cabelos em minha mão.”

Relato de Karina para a BBC News Brasil

O que ocorre nesses casos é que pacientes com tricotilomania vivenciam uma situação de tensão, com isso, acabam puxando alguns, pelos ou fios de cabelo e, em seguida, sentem uma sensação de prazer.

Essa ação acaba contribuindo para que sejam percebidas falhas capilares na região em que o indivíduo puxou alguns fios.

Sintomas da tricotilomania

Como dito anteriormente, a prática de puxar pelos ou fios de cabelo acaba resultando em falhas capilares, sobretudo por se tratar de uma ação involuntária e rápida, fazendo com que o indivíduo possa repetir esse comportamento outras vezes.

As falhas capilares são os sinais mais aparentes, no entanto, essas falhas podem surgir de diferentes tamanhos, variando de acordo com a forma com que o indivíduo realiza essa ação (podendo arrancar fios ou tufos de cabelo).

Além das falhas, alguns indivíduos costumam apresentar também o ato de mastigar e até mesmo engolir os fios de cabelo ou pelo que foram arrancados, essa atividade indica um distúrbio chamado de tricofagia.

tricotilomania
O que é tricotilomania?

Por gerar falhas capilares, é comum que alguns indivíduos sintam-se constrangidos, seja por sua aparência e/ou a dificuldade em lidar com essa desordem.

É importante ressaltar que em quadros mais graves, os indivíduos podem arrancar fios de cabelo de outras pessoas.

Causas

Apesar de não ter uma causa definida, estudos associam a tricotilomania com fatores genéticos e neurobiológicos.

Estudos indicam ainda a possibilidade de o desenvolvimento dessa desordem estar ligado à deficiência de neurotransmissores como noradrenalina, serotonina e dopamina.

Diagnóstico

É possível que haja dificuldade para a realização do diagnóstico de tricotilomania, essa dificuldade ocorre porque alguns pacientes costumam apresentar constrangimento por causa da aparência.

Além disso, alguns profissionais podem não ter informações suficientes para realizar o diagnóstico e o tratamento.

tricotilomania
O que é tricotilomania?

O diagnóstico de tricotilomania é realizado através de avaliação clínica. Nessa avaliação é importante considerar critérios clínicos como perda aparente em decorrência do comportamento repetitivo de arrancar fios de cabelo; enfrentamento de alguma situação difícil que antecede o ato de puxar os fios; e, por fim, se o paciente apresenta uma sensação de prazer depois que arranca os fios.

Tratamento

Para tratar a tricotilomania é necessária a presença de uma equipe multidisciplinar que inclua dermatologistas, psicólogos, psiquiatras e médicos. No tratamento, a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) atua no reconhecimento do paciente sobre pensamentos negativos que resultam nesse comportamento, podendo sugerir ainda a substituição desses comportamentos por outros que não coloquem o paciente em risco. Essa técnica da TCC é chamada de “reversão de hábitos”.

tricotilomania
O que é tricotilomania?

Além disso, é possível também atrelar a terapia com o uso de medicamentos anti depressivos para o controle dos sintomas.

Perguntas frequentes sobre a tricotilomania

O que pode contribuir para que a pessoa arranque fios de cabelo?

Essa ação de arrancar os cabelos pode ter relação com alguma situação de difícil enfrentamento que o indivíduo esteja vivenciando. É comum que essa situação de tensão anteceda o ato de arrancar pelos ou fios de cabelo, fazendo com que o indivíduo sinta uma sensação de alívio depois que os fios são arrancados.

O que é tricofagia?

A tricofagia caracteriza-se como um distúrbio que faz com que o indivíduo mastigue e engula os fios de cabelo que são arrancados em decorrência da tricotilomania.

O que causa a tricotilomania?

Essa desordem possui ligação com fatores emocionais. É comum que indivíduos que tenham esse comportamento vivenciem uma situação de tensão que antecede essa ação, proporcionando uma sensação de prazer depois que os fios são arrancados.

Como é feito o tratamento para a tricotilomania?

O tratamento pode ser realizado através de terapia e uso de medicamentos. É importante ressaltar que para o tratamento ser feito deva considerar uma equipe multidisciplinar que inclua profissionais de diferentes especialidades.
A Terapia Cognitivo-Comportamental, nesse tratamento, objetiva fazer com que o indivíduo reconheça pensamentos que estão desencadeando esse comportamento. O uso de medicamentos anti depressivos também costuma ser utilizado.

O que a tricotilomania pode causar ao indivíduo?

Essa desordem causa ao indivíduo intenso sofrimento, sobretudo por se tratar de uma ação que ocorre muitas vezes de forma automática. Além disso, pode causar constrangimento devido às falhas capilares que podem ser percebidas ou pela dificuldade em lidar com a própria condição. É importante ressaltar também que em casos mais graves os indivíduos podem arrancar fios de cabelo de outras pessoas.

Espero ter esclarecido suas dúvidas. Obrigada por acompanhar o post até aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.