O que é labirintite?

Muito se fala sobre o problema, mas assim como qualquer outra enfermidade, a labirintite vem cercada de dúvidas. Tudo começa quando a região do labirinto está afetada, fazendo com que o equilíbrio e a audição sejam afetados.

O que é labirintite?
O que é labirintite?

Geralmente a labirintite surge após os 40 anos, podendo ser causada por infecções virais ou bacterianas, em decorrência de problemas respiratórios, herpes e, o que muitas pessoas não sabem é que a labirintite também pode surgir quando há episódios intensos de estresse e ansiedade, caracterizando assim uma labirintite emocional.

Principais sintomas

Os principais sintomas da labirintite incluem náuseas, tonturas, vertigens, sudorese, desequilíbrio, sensação de que a cabeça está zonza ou de que tudo ao seu redor está girando.

O que é labirintite?
O que é labirintite?

No entanto, é importante se atentar para o tipo de labirintite que o indivíduo está apresentando, possibilitando assim um diagnóstico mais assertivo e um tratamento adequado a fim de promover a saúde do paciente.

Fatores de risco

Alguns fatores de risco facilitam o surgimento da labirintite, porém, ao saber quais são esses fatores de risco é possível dar mais atenção e, assim, evitar o desenvolvimento da doença.

Os fatores de risco incluem a idade, pois a labirintite costuma surgir após os 40 anos; problemas como colesterol alto, diabetes e hipertensão; alcoolismo; tabagismo; alimentação inadequada; otite.

Causas

A labirintite pode se manifestar por vários fatores, por isso é importante identificar o que causou a labirintite e, com isso, possibilitar um tratamento adequado.

O que é labirintite?
O que é labirintite?

As causas da doença incluem infecções virais ou bacterianas, problemas respiratórios, herpes e episódios intensos de estresse e/ou ansiedade.

Diagnóstico

Para diagnosticar a labirintite é necessária a realização de avaliação clínica e exame otoneurológico a fim de identificar a causa e o tipo de labirintite de acordo com os sintomas apresentados pelo paciente.

Além disso, é importante se atentar também para o fato de a labirintite apresentar sintomas em comum com outras doenças. Pode haver necessidade também de tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Tratamento

O tratamento adequado para a labirintite vai depender do que ocasionou o surgimento da doença. Se a labirintite foi causada por infecção viral ou bacteriana são utilizados antivirais e antibióticos, respectivamente. Caso a labirintite tenha origem emocional, é necessário identificar o que desencadeia os episódios de estresse e/ou ansiedade, além do uso de medicamentos.

Recomendações importantes

É possível se prevenir contra o surgimento de crises de labirintite, para isso é importante que o indivíduo siga algumas recomendações, sendo elas:

  • Não fumar;
  • Fazer uso moderado de álcool;
  • Praticar atividades físicas;
  • Fazer o controle de colesterol, glicemia e triglicerídeos;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Tomar bastante líquido;
  • Não consumir bebidas gaseificadas.

Perguntas frequentes sobre o que é labirintite

O que é labirintite?

Trata-se de um problema que pode comprometer tanto o equilíbrio do corpo, quanto a audição, pois a doença afeta o labirinto, região constituída por cavidades responsáveis pelo equilíbrio e pela audição.

O que causa a labirintite?

A doença pode ter origem viral ou bacteriana, nesse caso agentes infecciosos provocam a inflamação do labirinto. No caso da labirintite emocional a causa está ligada a intensos episódios de estresse e/ou ansiedade.

Quais são os sintomas da labirintite?

Os sintomas da labirintite incluem tontura, vertigem, náuseas, sudorese, desequilíbrio, entre outros.

Como é feito o diagnóstico da labirintite?

A doença é diagnosticada por meio da avaliação dos sintomas e do histórico do paciente, além disso é necessária também a realização de exames para poder descartar outras doenças, visto que a labirintite tem sintomas em comum com outras enfermidades.

Como é feito o exame otoneurológico?

O exame objetiva avaliar a função do labirinto. Para isso são utilizados eletrodos na região dos olhos e da testa do paciente a fim de avaliar o movimento realizado por eles.

Espero ter esclarecido suas dúvidas sobre o que é labirintite. Confira outros temas no tagfit.

1 comentário
  1. […] da prolactina (hormônio que produz o leite), podem desregular as taxas de progesterona no sangue, trazendo como consequência a menstruação curta, irregular e risco de infertilidade. Para estabilizar a […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.