O que é gordura trans e como evitar

Existem na maioria dos doces industrializados – salgadinhos, biscoitos, etc. – a missão das gorduras trans é dar textura a esses alimentos e estender sua vida útil.

O que é gordura trans e como evitar
O que é gordura trans e como evitar

Em teoria, essa é uma função importante, certo? Mas não para por aí: os benefícios das gorduras trans para a saúde são zero; na verdade, mesmo pequenas quantidades não podem ser ingeridas.

Gordura  trans faz mal

Existem diferentes tipos de gorduras: a saturada, que deve ser consumida com moderação, a insaturada, que faz parte do time do “bom”, e a trans, que faz mal ao organismo.

As gorduras trans foram amplamente utilizadas na década de 1950, quando os alimentos processados ​​começaram a ocupar as prateleiras.

O que é gordura trans e como evitar
O que é gordura trans e como evitar

Por muito tempo, devido à sua origem vegetal, deveria ser saudável em teoria, por isso não se sabe de seus malefícios. No entanto, as gorduras trans precisam passar por vários processos químicos para se tornarem sólidas, o que mudará completamente suas moléculas.

No rótulo costuma aparecer na forma de gorduras vegetais hidrogenadas.

Muitas pessoas não percebem esse detalhe e não sabem o perigo de ingeri-lo.

Gordura trans é prejudicial à saúde

Vários estudos revelaram os perigos das gorduras trans. Um deles foi concluído pela Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que avaliou 87.000 mulheres na menopausa que consumiam cada vez mais do ingrediente.

O que é gordura trans e como evitar
O que é gordura trans e como evitar

Em comparação com os voluntários com a ingestão mais baixa, os voluntários com a ingestão mais elevada de gordura trans tiveram um aumento de 39% no risco relativo de acidente vascular cerebral.

Exemplos de alimentos que possuem gordura trans

A gordura trans promove o aumento do LDL, que é considerado colesterol prejudicial, e diminui o HDL, o que é uma boa escolha. Em outras palavras, aumenta a chance de ataque cardíaco, inflamação sistêmica e aterosclerose.

  • Sorvetes;
  • Alimentos enlatados e congelados (nuggets, pizza, lasanha, batata pré-frita);
  • Biscoitos, principalmente os recheados;
  • Maionese, catchup, mostarda e outros condimentos (que também são ricos em sódio);
  • Salgadinhos;
  • Fast-foods;
  • Bolos prontos de caixinha;
  • Margarina;
  • Chocolate (maioria do tipo branco)

Mesmo que seja difícil retirar lanches do menu, tente uma dieta balanceada e coma mais frutas, vegetais, vegetais e outros alimentos ricos em nutrientes. E preste atenção na quantidade de gordura trans que você consome: A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda no máximo 2,2 gramas de gordura trans por dia, com base em uma dieta de 2.000 calorias.

Sempre leia os rótulos dos alimentos, especialmente os gráficos nutricionais. Gordura vegetal hidrogenada, manteiga vegetal, gordura vegetal de soja, margarina vegetal, gordura vegetal de girassol e outros nomes são sinônimos de gorduras trans.

1 comentário
  1. […] palito fino. 2 Aqueça o óleo a uma temperatura entre 120 ° C e 140 ° C. Adicione um punhado de batatas, certificando-se de que os palitos não grudem. Frite por alguns minutos e remova-os antes que […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.