O que é Ayahuasca?

A Ayahuasca ou Santo Daime é um chá feito por meio da infusão de ervas amazonicas.

Essa bebida ficou famosa por causa dos seus efeitos alucinógenos, causando alterações de consciência que podem durar horas. Este chá está ligado a rituais religiosos de origem indígena.

O uso da Ayahuasca

Os tradicionais povos indígenas cultivam o Santo Daime como uma forma de abrir a mente e assim ter a possibilidade de ter visões misticas. Chegando a um novo nível de consciência durante as cerimónias religiosas.

Ayahuasca, o que é?
Ayahuasca, o que é?

Composição biológica

Na receita é usada Cipó-jagube e o arbusto-cracona, duas ervas comuns na região amazônica. O chá é feito por meio da infusão dessas plantas. Essas ervas possuem concentração de substâncias que potencializam alucinações, como o DMT e a Hamalina.

Elas atuam no sistema nervoso alterando o estado de consciência, é bem comum o individuo ter visões relacionadas a questões pessoais, mas tambem pode estar ligado ao universo e as pessoas ao seu redor.

Por causa disso, os usuários costumam relatar visões ligadas a sentimentos, medos e problemas pessoais. Tambem é comum descrever sensação de profunda conexão com o universo, alucinar com animais e demônios.

Ayahuasca, o que é?
Ayahuasca, o que é?

Algumas religiões usam esses efeitos para explorar a consciência dos indivíduos para além do que esta na superfície.

Além disso, é usado para cerimônias de limpeza da mente. Em particular, acredita-se que o fluxo de pensamentos e visões ajuda as pessoas a lidar claramente com seus próprios problemas.

Uso do Santo Daime

Como mencionado anteriormente, a Ayahuasca é usada principalmente para fins religiosos. Religiões e cultos naturalistas em particular, mas também nas crenças de comunidades tradicionais.

No entanto, pesquisas em andamento sobre o Santo Daime estão examinando o uso médico dessa infusão. No geral, a pesquisa visa testar o potencial da bebida para o tratamento de doenças psiquiátricas.

Os exemplos incluem depressão, transtorno de estresse pós-traumático, ansiedade e alguns tipos de vício.

Ayahuasca, o que é?
Ayahuasca, o que é?

Analisar relatos sobre como o consumo de Ayahuasca ajudou na resolução de problemas, a mudança de perspectivas e os efeitos da introspecção são os principais catalisadores desta pesquisa.

Por outro lado, a experiência religiosa apresenta a bebida como mais do que um remédio que pode curar doenças quando ingerido. Nesse sentido, a experiência do Santo Daime envolve o indivíduo no processo para que os benefícios sejam obtidos.

Efeitos colaterais do Santo Daime

A Ayahuasca é chamada de droga ou substância ilícita. Porem ela não se encaixa nessa categoria, principalmente por não causar efeito cronico ou dependência.

A falta de conhecimento, criou uma imagem negativa sobre uma erva que é usada a seculos. Essas percepções negativas são agravadas pelos efeitos colaterais.

A bebida causa percepção de visões que são recebidas com os olhos fechados. Essa sensação chamada miração é caracterizada por observação de imagens reais ou irreais.

Entre as visões mais comuns está a de demônios, sensação de estar voando, vigilância constante e observar animais.

As experiências vão além de um estado normal de consciência. A bebida pode ter efeitos adversos. Entre eles estão: taquicardia, vômitos, náuseas, diarreia e tontura. Ainda há casos de convulsões e hipertensão.

Assim, o consumo da ayahuasca envolve uma série de rituais de limpeza, principalmente no que diz respeito à alimentação e aos hábitos antes da cerimônia.

Para evitar consequências negativas, os rituais religiosos que utilizam a bebida seguem protocolos de segurança para proteger as pessoas envolvidas.

Por isso o uso nunca deve ser feito sem acompanhamento profissional ou especial.

Quais são os perigos da ayahuasca?

Graças à popularização da droga e sua autorização para uso no Brasil, muitas pessoas veem o chá como uma forma de entretenimento e se esquecem dos riscos e perigos da ayahuasca. Beber pode ter consequências físicas e psicológicas para os usuários.

Efeitos físicos

Além de vômitos, náuseas e diarreia causados ​​logo após a ingestão do chá, os usuários podem ser afetados por outros efeitos físicos, como taquicardia, tontura, aumento da pressão arterial, dor no peito e até convulsões. O envenenamento por DMT também pode causar hipertensão.

Efeitos psicológicos

Como acontece com o uso de outros alucinógenos, como o LSD, é impossível prever os efeitos causados ​​pelo consumo da bebida e a resposta de cada pessoa a essas sensações.

Algumas pessoas sentem muito medo, ansiedade, paranóia e correm o risco de se lembrar de traumas passados.

Portanto, a experiência pode ser assustadora, principalmente se for feita sem a ajuda de pessoas treinadas e preparadas para ajudar os bebedores. Além disso, esses efeitos podem durar várias semanas.

Também é muito importante lembrar que consumir DMT aumenta o risco de síndrome da serotonina, especialmente em pessoas que tomam antidepressivos. Isso ocorre porque essas drogas farmacêuticas estimulam a produção do hormônio, bem como do medicamento encontrado no chá.

Os sintomas da síndrome, que podem ser fatais, incluem dor de cabeça, ansiedade e pressão alta.

O desejo de consumir o chá pode causar dependência psicológica, os usurários podem sentir forte desejo em experimentar as sensações alucinógenas da bebida. Apesar disso não é considerada uma substância viciante.

1 comentário
  1. […] montar cardápios!”. Nada disso! Montar cardápios é saudável assim como também é inteligente abandonar relacionamentos que nos fazem mal. Porém, é importante ressaltar que essas alterações […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.