Conheça os benefícios da pitaya

Pitaya tem muitas qualidades, a demanda e a pesquisa sobre seus benefícios estão aumentando. Pitaya possui três tipos: polpa vermelha e branca, polpa vermelha em pó, polpa amarela e branca. Agora sei mais sobre essa fruta.

Benefícios da pitaya para o emagrecimento

A fruta do dragão ajuda a perder peso? Cada 100 gramas de fruta fresca contém aproximadamente 11 gramas de fibra. Por ser um alimento rico em fibras, pode estabilizar os níveis de açúcar no sangue e ajudar o intestino a regular o açúcar no sangue. Os alimentos ricos em fibras ajudam você a se sentir satisfeito, a controlar o apetite e a eliminar a gordura corporal. Outro fator importante é a presença da tiramina, que ativa o glucagon e estimula o corpo a usar as reservas de gordura.

Benefícios da pitaya para o colesterol

As sementes de Pitaya são ricas em ácido linoléico (gordura boa), que é um laxante suave que reduz o colesterol total do corpo e os níveis de colesterol de lipoproteína de baixa densidade ao inibir a absorção intestinal do colesterol. O óleo de semente de dragão tem um alto nível de lipídios funcionais (mais alto do que a semente de linhaça) e pode ser usado como uma nova fonte de óleos essenciais.

Benefícios da pitaya para o sistema imunológico

Pitaya é rica em licopeno, contém altos níveis de vitamina C, auxilia o sistema imunológico, além de outras substâncias antioxidantes (betaflavina, betatina e betacianina), essas substâncias reduzem e reduzem as doenças crônico-degenerativas e a resistência O envelhecimento está relacionado porque esses compostos podem reduzir a concentração de radicais livres (componentes que causam danos às células). A atividade antioxidante tem se mostrado um importante critério para avaliação da qualidade da fruta.

Benefícios da pitaya para a prevenção e controle de doenças crônicas

Devido aos seus nutrientes, a fruta do dragão ajuda a combater o câncer (efeito antioxidante), doenças cardíacas (porque ajuda a diminuir o colesterol da lipoproteína de baixa densidade) e melhorar a pressão arterial (esta substância está presente na fruta devido ao efeito da katina)).

Além disso, muitos estudos comprovaram efeitos antiinflamatórios e de controle de açúcar no sangue. Agora que você sabe mais sobre a fruta do dragão, que tal adicioná-la a qualquer uma de suas refeições? aproveitar! Aprenda a usar a fruta do dragão para preparar receitas.

Receitas com pitaya

Pitaya é uma fruta versátil e pode ser consumida de várias formas, entre elas, o suco e sorvete.

Suco de Pitaya

Para fazer o suco de Pitaya, será necessário:

  • 200 ml de água
  • 100 g da fruta (Pitaya)
  • 4 morangos
  •  4 folhas de hortelã

Modo de Preparo

  1. Após tirar a casca da pitaya, lave os morangos e as folhas de hortelã.
  2. Bata tudo no liquidificador e sirva em seguida

Sorvete de Pitaya

Sorvete de pitaya tem a fama de ser funcional

  • Polpa de 1 (uma unidade) de pitaya rosa
  • Meia xícara leite de coco
  • 3/4 xícara castanha de caju crua
  • 1/4 xícara coco em flocos (opcional)
  • 2 a 4 colheres de sopa de açúcar demerara ou mascavo

Mergulhe as castanhas em água e deixe repousar por 8 horas.

Divida a fruta do dragão em dois e remova a polpa.

Escorra as castanhas e coloque-as no liquidificador com todos os ingredientes.

Bata até obter um creme homogêneo. Use um freezer para despejar e congelar, ou se você tiver uma sorveteira, use uma sorveteira. Use como sorvete ou decore com raspas de coco se quiser.

Quando consumir pitaya?

A fruta do dragão, como outras frutas, deve fazer parte da dieta diária e deve ser incluída na dieta com frequência. A recomendação para ingestão de frutas é de 3 a 5 porções por dia, e elas devem ser alteradas para atender às quantidades diárias recomendadas de vitaminas, minerais e fibras.

Lembre-se de procurar um nutricionista, ele pode te ajudar a entender melhor o conteúdo dessa fruta em sua dieta, e a quantidade de consumo, pois não é porque a fruta traz muitos benefícios, então devemos exagerar na quantidade. O consumo excessivo de qualquer tipo de alimento pode causar danos ao organismo, por isso coma com moderação.

1 comentário
  1. […] fornece referências (artigos científicos e livros) que apoiam os cinco capítulos do guia. Na ‘internet’, você também encontra artigos científicos e livros que mostram o que a ciência sabe sobre […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.