Como se pega cobreiro

O Cobreiro, também conhecida como herpes zóster, é uma infecção viral causada pelo mesmo vírus que a varicela e o vírus varicela-zóster.

O vírus permanece na coluna vertebral, onde pode permanecer inativo ou dormente, e reativar quando uma pessoa tem mais de 50 anos.

Não está claro porque o vírus foi reativado. Uma das hipóteses é que a imunidade das pessoas com mais de 50 anos diminua, o que geralmente ocorre durante a quimioterapia e a radioterapia por fraqueza física ou estresse.

Na maioria dos casos, as telhas aparecem apenas uma vez e desaparecem após algumas semanas.

Pessoas com varicela devem ser extremamente cuidadosas, pois podem contrair herpes.

Como o cobreiro se manifesta?

O Cobreiro é uma infecção viral que causa bolhas e dores intensas na pele. Pode aparecer em qualquer parte do corpo, as mais comuns o tronco e o rosto.

Na maioria dos casos, essas lesões aparecem como uma faixa em um lado do corpo. Embora não represente um risco de vida iminente, o herpes pode causar deficiência física do membro afetado.

A transmissão de doenças é rara. No entanto, pode ocorrer por meio do contato direto com as lesões cutâneas de um indivíduo infectado.

Uma vez infectada, a pessoa pode desenvolver varicela e herpes zoster no futuro.

Principais sintomas do Cobreiro

Os principais sintomas causados ​​por herpes zoster são: coceira;

Formigamento dor de cabeça;

febre;

Doenças gastrointestinais;

Neuralgia;

Dor muito forte ao longo da via nervosa, que pode persistir após o desaparecimento da lesão cutânea;

Bolhas aparecem na pele;

As bolhas são semelhantes às bolhas causadas por infecções humanas por herpes simplex.

Eles são preenchidos com um líquido contendo o vírus da varicela-zóster.

Quando aparecem na face, seguem o feixe nervoso para chegar ao nervo trigêmeo e, nos casos mais graves, podem causar cegueira e surdez.

Possíveis complicações do cobreiro

A complicação mais comum do herpes zoster é a neuralgia pós-herpética.

É a continuação da dor que afeta o paciente depois que as bolhas na pele desaparecem e persistem por várias semanas ou meses.

A nevralgia após o herpes zóster é mais comum em pessoas com mais de 60 anos de idade e resulta na incapacidade de realizar atividades consideradas normais.

O Cobreiro também pode ter outras complicações, dependendo do local afetado, tais como:

Pneumonia;

Problemas de audição;

Inflamação da córnea e problemas de visão (esta é uma complicação menos comum, mas ocorre quando o vírus da varicela-zóster atinge o olho).

Cegueira;

Inflamação do cérebro.

Esta doença pode causar a morte.

cobreiro herpes zoster
cobreiro herpes zoster

Mas apenas em casos raros, geralmente ocorre em pessoas idosas com mais de 80 anos de idade.

Ou em pessoas com sistema imunológico enfraquecido, como AIDS, leucemia ou tratamento de câncer

Na maioria dos casos, o herpes é diagnosticado com base nas informações fornecidas pelo paciente e no diagnóstico clínico feito pelo exame das bolhas.

As bolhas também podem ser analisadas em laboratório, e o médico irá raspá-las no local.

Tratamentos para Cobreiro

O tratamento do cobreiro visa encurtar a duração do aparecimento da doença e prevenir possíveis complicações.

Assim que o diagnóstico for feito, o especialista poderá recomendar o método de tratamento mais adequado, geralmente os seguintes métodos:

O uso de medicamentos antivirais pode reduzir a proliferação do vírus varicela-zóster, reduzir as bolhas, a duração e intensidade da doença.

Use analgésicos para aliviar a dor causada por bolhas;

qual ca a diferencaa entre sarampo catapora e rubcaola home
qual ca a diferencaa entre sarampo catapora e rubcaola home

Banhos de água fria ou fria e compressas úmidas ao redor da ferida podem ajudar a aliviar a coceira e a dor. Na maioria dos casos, as telhas evoluem para a autocura.

Mas se a dor persistir por mais de um mês após o desaparecimento das bolhas, consulte um médico.

Pode diagnosticar neuralgia após herpes zoster, que é a complicação mais comum de herpes zoster.

Nesse caso, alguns tratamentos específicos podem ser prescritos de acordo com a gravidade da situação.

Nota importante: siga sempre as instruções do médico à risca, não interrompa o tratamento e não autoadministre medicamentos.

Vacina contra Cobreiro

Desde abril de 2014, uma vacina contra o herpes zoster está no mercado no Brasil.

A vacina Zostavax é aprovada pela Anvisa e deve ser administrada na forma de injeção subcutânea única em indivíduos com mais de 50 anos.

Essa idade é prescrita porque representa uma fase em que as pessoas correm maior risco dessa doença.

Além de prevenir complicações causadas pela doença, a vacina também é uma importante ferramenta preventiva para Cobreiro.

A vacina Zostavax não é fornecida pelo SUS, mas por uma rede privada.

A vacina é contra-indicada em pessoas que pertencem aos seguintes grupos:

Mulher grávida

Pessoas tomando esteróides;

Pessoas com sistema imunológico enfraquecido.

Crianças que foram vacinadas contra a varicela foram vacinadas contra riscos futuros de herpes zoster.

Você sabia que amigos ou parentes de Minas Gerais, ou de São Paulo desejam atualizar o cartão de vacinação?

herpes zoster pele x
herpes zoster pele x

Instrui o laboratório Hermes Pardini, são 64 unidades prontas para atender você com o melhor atendimento.

Para os goianos que desejam se vacinar, basta ir a uma das unidades laboratoriais padrão!

O laboratório padrão em Goiás possui 4 unidades, atendendo aos clientes com toda a nossa qualidade e diferenciais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.