Como os padrões de beleza impactam em sua vida

Nas últimas décadas, os padrões de beleza vêm mudando constantemente, afetando diretamente os hábitos e comportamentos diários das pessoas.

Por exemplo, se o modelo estabelecido é uma pessoa ultra-magra, a tendência é que a modelagem dos hábitos alimentares e de exercícios possam atingir essa “imagem perfeita”, que reflete a saúde e o bem-estar das pessoas.

sh-padrao-de-beleza-9444311-5866135
Rascunho automático

Porém, tal senso de beleza não pode ser plenamente realizado, afinal, todos possuem características físicas e estéticas diferentes.

Para eliminar essa bela ideia, movimentos opostos, como a frente do corpo, estão se tornando cada vez mais comuns.

Padrões de beleza

Mesmo antes de receberem o nome, os padrões de beleza já existiam e mudaram com o tempo.

Isso é fácil de verificar quando fazemos uma busca rápida na internet para encontrar os tipos de roupas, penteados e maquiagem mais usados ​​em uma determinada estação.

tweet-kate-5016814-1356585
Rascunho automático

A questão é: quem estabelecerá esse padrão de beleza? Por que aceitamos essa definição de se uma pessoa é feia ou bonita?

Embora esses modelos também sejam difundidos por famílias e pares, os modelos atuais são impostos principalmente pelos modelos que vemos nas redes sociais e na TV, tornando a insatisfação pessoal quase uma “doença crônica” na sociedade.

Caindo na armadilha dos padrões de beleza

Muitas pessoas não mantêm a integridade do corpo, mas “quebram” o corpo em pedaços, depois vão à clínica de estética para verificar o nariz, os seios no formato visto no YouTube ou rostos sem rugas.

Sempre siga os padrões impostos por outras pessoas.

f-e-e-d-f-cb-aa-6221205-4191415
Rascunho automático

Mesmo em locais que enfocam a saúde e a aptidão física (como academias de ginástica), muitas pessoas preferem recusar a orientação de profissionais e treinar demais, fazer dieta estrita e até usar hormônios prejudiciais para mudar seus corpos.

Buscar padrões de beleza “ideais” sem escrúpulos pode levar a uma variedade de doenças, como estresse, depressão, problemas financeiros, baixa autoestima e distúrbios alimentares, como anorexia, bulimia e perda de apetite (uma obsessão por alimentos saudáveis) e Apetite insuficiente, que é crônico e insatisfatório com a imagem corporal.

Inspire-se em você

Após anos de divulgação em diversos meios de comunicação, com fotos de modelos ultrafinas e propagandas de dietas mágicas, por meio de uma proposta simples, surgiu o modelo de exercício ativo do corpo humano e consumo de beleza: todo mundo tem um olhar sincero e carinhoso A aparência é a mesma.

Ter uma impressão positiva do próprio corpo (gordo ou magro) e com uma marca própria, significa respeitar-se. Após o exercício, a valorização do corpo significa aceitação, mas não abrir mão da saúde.

d-ad-d-b-lg-8938183-7181175
Rascunho automático

A ideia é que, ao prestar mais atenção à saúde e ao bem-estar, os modelos de beleza de outras pessoas se tornem menos importantes. Nesse sentido, uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos são aliados importantes para o funcionamento normal do organismo.

Não existem expectativas irrealistas, atingir um peso saudável é apenas uma consequência.

Qual é o padrão de beleza?

A tendência atual é ter um corpo muito esculpido e seco, sem curvas desnecessárias e pequenas manchas, mas a maioria das pessoas acha que é “bonito e saudável”. Essas informações se espalham pelo mundo todo, tornando-se o padrão ideal de beleza.

Qual é o padrão de beleza brasileiro?

No Brasil, os três padrões de beleza são referência: moça, modelo e mulher. Parte dos resultados mostra por que o padrão de curva tem mais votos nas ruas. A imagem histórica da década de 1960 vem da chegada do primeiro Miss Universo Brasil ao país.

Como os padrões de beleza afetam a sociedade?

Esses padrões estéticos impostos pela sociedade vêm interferindo sempre de forma muito negativa na vida da mulher e na imagem que a mesma constrói de si. Isso acontece devido à inconstância desses padrões irreais que são impossíveis de serem atingidos, exatamente por sermos únicas e bem diferentes umas das outras”.

Para outras dicas confira mais conteúdos no tagfit. Compartilhe em suas redes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.