Alimentos ricos em carboidratos

Alimentos ricos em carboidratos, como pão, cereais, arroz e todos os tipos de massa, são uma forma importante de energia para o corpo porque a glicose é formada durante a digestão, que é a principal fonte de energia para as células do corpo.

Quando esses alimentos são consumidos em grandes quantidades, o corpo utiliza alguns deles para produzir energia, mas o que não é aproveitado é armazenado como gordura, o que favorece o ganho de peso.

Biscoitos saudáveis para você comer sem culpa
Biscoitos saudáveis para você comer sem culpa

Portanto, deve-se monitorar a ingestão de carboidratos, é aconselhável consumir cerca de 200 a 300 gramas por dia, porém, essa quantidade pode variar dependendo do peso, idade, sexo e atividade física da pessoa.

Para quem quer emagrecer, além de limitar a ingestão de carboidratos, também é importante controlar o tipo de carboidrato consumido, preferindo carboidratos complexos ou alimentos que também contenham muita fibra.

Carboidrato é vilão ou mocinho?

Por algum tempo, você deve ter ouvido muitas coisas ruins sobre carboidratos, certo?

O fato é que a formação de maus hábitos de consumo, como excesso de açúcar e farinha refinada, faz com que muitas pessoas pensem que outras fontes desse nutriente não são boas.

De acordo com as Diretrizes Alimentares para a População brasileira, a ingestão ideal de carboidratos para uma alimentação saudável é de 55% a 75% do total de calorias e macronutrientes.

Apostando em boas fontes, é possível perder peso, aumentar a massa muscular e manter o peso.

Os carboidratos de vegetais, frutas e alimentos integrais são ricos em fibras dietéticas, que fornecem energia para o corpo e a mente sem fadiga ou fraqueza muscular.

Quais são os benefícios dos carboidratos?

Como vimos, os carboidratos não são maus. Pelo contrário, comer com moderação traz muitos benefícios para o corpo.

Dá energia

Já mencionamos que eles fornecem energia para os exercícios mais básicos, até mesmo para a respiração.

Mas, você sabia que a glicose nos carboidratos é o principal combustível para o cérebro? É verdade.

O corpo tem outras maneiras de extrair energia, como extrair energia da própria gordura. Mas o que nossa massa cinzenta realmente gosta é a glicose.

Então funciona melhor, concentra mais e lembra melhor.

Melhora o humor

Vários alimentos que contêm carboidratos também são fontes de triptofano, que é o aminoácido precursor da serotonina. A última substância é responsável por sentimentos de prazer e felicidade. Portanto, comer esse nutriente ajuda a melhorar o humor.

Lista de alimentos com carboidratos

AlimentosQuantidade de carboidratos (100 g)Fibras (100 g)Energia em 100 g
Cereais de milho tipo Corn flakes81,1 g3,9 g374 calorias
Farinha de milho75,3 g2,6 g359 calorias
Farinha de trigo75,1 g2,3 g360 calorias
Farinha de centeio integral73,3 g15,5 g336 calorias
Biscoito Maisena75,2 g2,1 g443 calorias
Torrada integral62,5 g7,4 g373 calorias
Bolacha tipo cream cracker61,6 g3,1 g442 calorias
Pão francês58,6 g2,3 g300 calorias
Pão de centeio56,4 g5,8 g268 calorias
Pão branco44,1 g2,5 g253 calorias
Arroz branco cozido28,1 g1,6 g128 calorias
Arroz integral cozido25,8 g2,7 g124 calorias
Macarrão cozido19,9 g1,5 g102 calorias
Aveia em flocos66,6 g9,1 g394 calorias
Batata cozida18,5 g1,6 g87 calorias
Batata doce cozida28,3 g3 g123 calorias
Ervilhas cozidas7,9 g4,8 g72 calorias
Grão de bico cozido16,7 g5,1 g130 calorias
Lentilhas cozidas16,3 g7,9 g93 calorias
Feijão preto cozido14,0 g8,4 g77 calorias
Soja cozida5,6 g5,6 g151 calorias

 

Esta tabela lista apenas alguns dos alimentos mais ricos em carboidratos. Existem outros alimentos que contêm carboidratos, mas em quantidades menores, como, por exemplo, leite, iogurte, queijo, abóbora, beterraba, cenoura, maçã ou pera.

Outro alimento rico em carboidratos é a farinha de mandioca, comumente usada para fazer farofa.

Como consumir carboidratos?

É claro que o equilíbrio é necessário, porque o consumo excessivo de carboidratos, especialmente alimentos simples e processados, pode levar ao diabetes tipo 2. Se estiver relacionado ao sedentarismo, o problema é ainda maior.

Nesses casos, o médico pode recomendar um cardápio com baixo teor de carboidratos, o que significa reduzir o açúcar e aumentar a gordura e a proteína.

Esta dieta inclui apenas alguns alimentos ricos em carboidratos com baixo índice glicêmico.

No entanto, na maioria dos casos, com a ajuda de profissionais de saúde, uma dieta saudável e bem distribuída geralmente funcionará sem abrir mão dos carboidratos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.